domingo, 10 de fevereiro de 2013

Posso Fazer Perguntas Redundantes?


Atribuo a você que me faz esta pergunta redundante, condições de entender minha situação quando sou presenteado desconfortavelmente por sua dúvida....novamente.

Por nenhuma razão ou por razões mais profundas, meu bom senso não consegue discernir o que de fato você quer, isto me fere com tanta banalidade...

Sua nula curiosidade em se satisfazer, torna-te a fazer as mesmas perguntas.
A obter as mesmas respostas não se contenta em satisfazer sua nula curiosidade.

O uso abusivo de perguntas redundantes, cria-se em volta de nossa relação amistosa, um certo sabor amargamente azedo, ou em outras palavras, que julgo também muito importante, suas perguntas repetidas me fazem provar limões com vinagres.

Tente não expressar novamente o mesmo ponto de vista mascarado como uma pergunta.

Suas mesmas perguntas, seus insistentes pontos de vista e repetitivas expressões, fazem-me ter uma certeza sobre você.

A mesma estupidez...a constante hipocrisia.....a repetitiva ignorância....

Respondi sua pergunta?

Um comentário: